Trabalho de Formigas

25/02/2014 18:18

Trabalho de Formigas

Caminhamos por roteiros, por rotas de palavras, por passos que avançam sempre em múltiplas direções: cada ato nosso é feito de diversos contextos, intenções, finalidades. Como na vida,  um curso de roteiro de novela de televisão não serve apenas para este fim. Desenvolve as faculdades imaginativas, considera o processo criativo como um artefato, sujeito a uma carpintaria (estruturação orgânica do constructo ficcional), facilita a ordenação do pensamento, fornece técnicas diferentes, aprimora a linguagem escrita, a comunicação, a percepção e a sensibilidade, amplia horizontes. A humanidade narra-se desde os tempos das cavernas, por desenhos e mímica – a fala foi um incrível avanço, até hoje estamos aprendendo com ela.  O dia em que uma sociedade não tiver mais histórias para contar está condenada ao desaparecimento.    

—————


Perguntas e respostas - Pergunte o que você deseja saber sobre roteiro de tv e/ou assuntos correlatos. Sua dúvida pode ser também a de outros, e assim várias pessoas se beneficiarão simultaneamente com a minha resposta.

Data: 17/12/2016

De: Leila Míccolis

Assunto: Re:ROTEIRO DE TV

A técnica teledramatúrgica, Roberto.

—————

Data: 11/12/2016

De: Gabriel Rezende

Assunto: Estudar roteiro pronto

Oi Leila. Pela internet, há vários roteiros, tanto de capítulos de novelas, como de filmes. A finalidade é que eles sirvam como material de estudo. Como deve ser feito o estudo desses roteiros de obras já realizadas?

—————

Data: 12/12/2016

De: Leila Míccolis

Assunto: Re:Estudar roteiro pronto

Gabriel, esta pergunta me lembra aquela outra sua, algum tempo atrás, de como deve ser feita a leitura dos manuais teóricos sobre roteiros. Você está sempre me perguntando "como", mas o "como" é pessoal, não dá para eu te indicar um jeito de você ler ou de você estudar, porque cada um de nós tem um método diferente. Você precisa encontrar a sua maneira de fazer isso.
Não sei se os roteiros disponibilizados na Internet servem de material de estudo. Acho que devem apenas ser lidos com atenção, já que foram usados com êxito. Mas não são modelos a serem seguidos ao pé da letra por você, pois são a prática de outra pessoa. O ato de escrever é o ato de perceber primeiro e criar depois. Se no final da leitura de um desses roteiros você "sacar" alguma coisa, é sinal de que percebeu, ou seja, aprendeu com ele. O estudo flui embutido. Caso contrário, nunca é tempo perdido, pois quanto mais você "respira" roteiro, mais ele se impregna no seu sangue e na sua mente.
Não se prenda ansiosamente ao "como". Ler, mesmo sem finalidade de estudo, amplia conhecimentos. Pense somente em entrar na pele do texto, dos diálogos, da estrutura, da finalidade de cada cena, dos ganchos, dos cortes e fusões. E deixe sua sensibilidade aflorar o que você precisa perceber.

—————

Data: 28/11/2016

De: Gabriel Rezende

Assunto: Diálogo truncado

O que é um diálogo truncado?

—————

Data: 29/11/2016

De: Leila Míccolis

Assunto: Re:Diálogo truncado

Eu entendo truncar, neste caso, mais no sentido de interceptar do que na acepção de mutilar ou cortar. De qualquer modo, nos dois casos, quem mete outro assunto no meio ou interrompe o que está falando para se referir a outra coisa, direta ou indiretamente entrecorta, interrompe o diálogo. Portanto, Gabriel, diálogo truncado é um diálogo em que não há diálogo... risos... um diálogo um tanto confuso, em que falta interação ou comunicação entre duas ou mais pessoas.

Esta técnica é muito usada em falas delirantes e às vezes em solilóquios (os famosos "bifes"), em que a lógica do raciocínio é cortada por frases e palavras desconexas, no primeiro caso, ou quando, no segundo, surge um assunto totalmente diferente do contexto (o personagem divaga).

Nas ilhas de edição e em linguagem cinematográfica há a trucagem, que é a realização de efeitos especiais, em geral inesperados (como mixagens de fotos, distorções, montagens, técnicas em 3 D, efeitos óticos), etc.

—————

Data: 20/11/2016

De: Lucas

Assunto: Obra Plagiada

Leila, boa noite, uma outra dúvida que me lembrei agora. Se porventura algum autor de novelas plagiar uma história que esta na internet (no Recanto das Letras por exemplo, site onde os roteirista amadores postam suas tramas) a vítima pode processar mesmo sem ter registrado a história? Porque veja bem, a pessoa posta a história (exemplo) em 2011 e o autor vê, copia, e a novela começa em 2013. Então, a diferença absurda de datas não seria uma prova de que o autor plagiou o escritor amador?

—————

Data: 20/11/2016

De: Leila Míccolis

Assunto: Re:Obra Plagiada

Não, Lucas, não seria. Datas na Internet podem ser adulteradas com relativa facilidade. O ÚNICO DOCUMENTO que dá certa segurança ao autor é o registro no Escritório do EDA.

—————

Data: 20/11/2016

De: Lucas

Assunto: Séries

Olá, Leila, adorei seu blog!

Eu tenho uma dúvida. Hoje em dia está mais fácil entrar pro meio do roteirismo? Eu pergunto isso porque é só ligar a TV nos canais fechados que se vê milhares e milhares de séries originais desses canais. E você acha que começar em canais fechados é uma boa?

—————

Data: 20/11/2016

De: Leila Míccolis

Assunto: Re:Séries

Oi, Lucas, obrigada.
Não é fácil, a concorrência é grande, mas as produtoras independentes estão apostando mais nos canais fechados sim, porque os abertos já estão por demais congestionados. Acho uma ótima entrar por esta porta sim. Qualquer boa "vitrine" onde você apareça pode ser o passaporte para emissoras como a Globo, a SBT ou a Record.

—————

Data: 19/11/2016

De: Gabriel Rezende

Assunto: Paradigma

Leila, já que falamos do esquema de Propp e da jornada do herói no desenvolvimento da narrativa de uma novela, tenho outra pergunta para fazer a você. Você acha que dá para adaptar o paradigma de Syd Field para uma novela televisiva?

—————